Concordância Nominal–Português para Concursos

Concordância nominal

Regra geral: o adjetivo e as palavras adjetivas concordam em gênero, número e grau com o nome a que se referem.

Ex.: homem magro/ homens magros

Casos especiais de concordância nominal

  • No caso de mais de um substantivo, se eles estiverem no singular e forem do mesmo gênero, o adjetivo, na função de adjunto adnominal, poderá ficar no singular ou ir para o plural. Ex.: (…) agiu com coragem e paciência admirável/ admiráveis

  • se os substantivos estiverem no singular e forem de gêneros diferentes, o adjetivo concordará com o mais próximo ou irá para o masculino plural. Ex.: ela usava vestido e blusa amarela/ ela usava vestido e blusa amarelos

  • se os substantivos estiverem no plural e forem de gêneros diferentes, o adjetivo, na função de adjunto adnominal, concordará com o mais próximo ou irá para o masculino plural. Ex.: uma exposição de quadros e esculturas raras/ uma exposição de quadros e esculturas raros

  • se os substantivos forem de gêneros e números diferentes o adjetivo, na função de adjunto adnominal, concordará com o mais próximo ou irá para o plural masculino. Ex: admiro o folclore e as tradições gauchas; admiro o folclore e as tradições gaúchos

  • se o adjetivo, na função de adjunto adnominal, estiver anteposto a dois ou mais substantivos, concordará sempre com o mais próximo. Ex.: avistamos estranhos homens e mulheres

  • a adjetivo, na função de predicativo do sujeito, deve concordar com a totalidade de elementos do sujeito. Ex.: a sala e o quarto estavam desarrumados

  • se o verbo de ligação iniciar a frase, haverá duas possibilidades de concordância:

  • estava desarrumada a sala eu quarto (concordância com o mais próximo)

  • estavam desarrumados a sala e o quarto (concordância com todos os núcleos)

  • o adjetivo, na função de predicativo do sujeito, concorda em gênero e número com o núcleo do objeto. Havendo dois ou mais núcleos de gêneros diferentes, vai para o plural masculino. Ex.: encontrei as janelas e o porão arrombados

  • se o predicativo do objeto vier anteposto a dois ou mais núcleos do objeto, ele poderá também concordar com o núcleo mais próximo. Ex.: encontrei arrombadas as janelas e o porão

  • as expressões um e outro e nem um nem outro deixam o substantivo no singular, mais o adjetivo deve ir para o plural. Ex.: discutimos um e outro caso inexplicáveis

  • em caso de numerais ordinais o substantivo pode ficar no singular quanto no plural, desde que todos os numerais estejam antecedidos de artigos. Ex.: Perdi a primeira e a segunda aula/ Perdi a primeira e a segunda aulas.

  • Se apenas o primeiro número estiver antecedido de artigo, o substantivo irá obrigatoriamente para o plural. Ex.: Perdi a primeira e segunda aulas

  • palavras como mesmo, próprio, quite, leso, incluso, anexo, obrigado, etc. Concordam normalmente com a palavra a que se referem. Ex.: ele mesmo fará isso/ eles mesmos farão isso

  • as palavras bastante, meio, caro e só variam quando tem valor de adjetivo. Ex.: tenho bastantes selos antigos/ tomei vários meios cálices

  • as palavras acima não variam quando empregadas como advérbios. Ex.: ele ganha bastante naquela empresa

  • substantivos antepostos a vários adjetivos admitem três construções: estudo as literaturas portuguesa e brasileira/ estudo a literatura portuguesa e a brasileira/ estudo a literatura portuguesa e brasileira

  • se o sujeito não vier determinado por artigo ou pronome demonstrativo, o adjetivo permanecerá invariável. Ex.: cerveja é gostoso/ é proibido entrada

  • se o sujeito aparecer determinado por artigo ou pronome demonstrativo, a concordância será normal. Ex.: a cerveja daquela região é gostosa/ é proibida a entrada

  • as palavras pseudo, alerta, mostro e menos são invariáveis. Ex: devemos permanecer sempre alerta/ realizaram-se concentrações monstro em Brasília

  • no caso de adjetivos compostos, como regra geral, somente o último elemento do adjetivo composto recebe flexão tanto de gênero quanto de número. Ex.: guerras greco-romanas

  • exceção surdo-mudo/ surdos-mudos → os 2 devem ser flexionados

  • se a palavra que indica cor é adjetivo, deverá concordar em gênero e número com o substantivo a que se refere. Ex.: saiu da piscina com os olhos vermelhos

  • se a palavra que indica cor for substantivo, deverá permanecer invariável. Ex.: comprei duas gravatas cinza/ ela usa sapatos creme

  • se o adjetivo composto indicar cor será flexionado normalmente. Ex.: olhos verde-claros/ saias azul-escuras

  • se o adjetivo composto indicar cor comparada, permanecerá invariável. Ex. Cortinas verde-esmeralda/ saias verde-limão

  • os adjetivos compostos azul-marinho, azul-celeste e verde-gaio são sempre invariáveis. Ex.: uniformes azul-marinho

Republished by Blog Post Promoter

One thought on “Concordância Nominal–Português para Concursos

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *